Agricultura e água, uma relação inseparável

Categorias: Agricultura

superfícies de regadio

A nível mundial, o sector agrícola é o maior consumidor deste recurso (69%). A agricultura de regadio, que representa 17% das terras agrícolas no mundo, produz quase 40% da produção alimentar mundial.

As novas variedades de cereais permitiram ao longo da segunda metade do século XX paliar a fome em vastas zonas do mundo; no século XXI deveremos obter o máximo rendimento de recursos hídricos cada vez mais escassos.

Segundo cálculos da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), nos países em desenvolvimento durante os próximos 30 anos seria possível aumentar a área regada em 34% e seria necessário mais 14% de água para o conseguir. Isto implicaria a mudança na dieta básica em vastas e povoadas zonas do mundo para cultivos de menor consumo de água e a melhoria na eficiência global da rega. Através da aplicação de técnicas de programação e de sistemas de rega que permitam obter a máxima eficácia possível da água, ajustando-os às condições particulares de cada cultivo.

Motivos de disponibilidade de recursos hídricos justificam a ideia de que as superfícies de regadio não podem continuar a avançar tão depressa como o têm vindo a fazer nos últimos anos, se se utilizarem sistemas de rega convencionais; daí a necessidade de procurar novos sistemas e aumentar a sua eficácia.

Deixe uma resposta